Faça orçamentos para compras no atacado Informação e novidades em nosso blog Camisetas 12h

Entenda como funciona o processo de serigrafia (Silk Screen)

Publicado em: 29 de junho de 2018

Também conhecida como Silk Screen ou impressão a tela, a serigrafia consiste em um processo de gravura que não tem a necessidade de realização de cortes ou sulcos. Portanto, todo o procedimento é realizado no plano, mais especificamente em uma superfície chamada de matriz — ou tela — serigráfica.

Quer aprender tudo sobre a serigrafia? Basta continuar acompanhando o nosso post. Boa leitura!

Como surgiu a serigrafia?

A palavra serigrafia é derivada da junção entre sericum (seda, em latim) e graphia (desenhar, escrever, gravar, em grego).

Essa técnica surgiu na China no século XVII. Porém, ela só foi aperfeiçoada no início do século XIX e, alguns séculos depois, chegou à Europa. Segundo a história, no entanto, já havia resquícios de impressão por molde vazado utilizado por egípcios, centenas de anos antes de Cristo. Seria uma técnica precursora da serigrafia

Nos derradeiros anos do século XIX, surge o Pochoir, na França. Ele é um molde vazado que foi aprimorado e, finalmente, patenteado pelo inglês Samuel Simon, no começo do século XX. Durante a Segunda Guerra Mundial, os norte-americanos difundiram a técnica, que se tornou conhecida como Silk Screen, ou “tela de seda”.

Aos poucos, as maneiras de desenvolver as matrizes foram ficando cada vez mais precisas, até resultarem no trabalho que é feito nos dias de hoje.

O que é o processo de serigrafia (Silk Screen)?

A serigrafia é um processo realizado à base de estêncil. Por meio desse item, a tinta “vaza” a partir do aumento da pressão com um puxador, através da tela preparada previamente. Essa tela, ou matriz serigráfica, é fixada em um bastidor, algo como uma moldura de madeira ou aço.

A gravação da imagem na superfície acontece por um processo de foto-sensibilidade, em que a tela é preparada com uma emulsão com alta sensibilidade à luz. O processo é repetido para cada cor da gravura, o que resulta em telas nas quais são aplicadas cores individuais. Assim, é obtida uma impressão com bastante densidade de cores e texturas.

Como funciona o processo de serigrafia?

O trabalho começa, de fato, com a produção do layout no computador. Por exemplo, na Camisetas em 12 horas, empresa de Silk Screen, o cliente pode ficar à vontade para enviar esboços ou ideias já finalizadas. Em seguida, é pedida uma aprovação final para poder seguir com a impressão.

A preparação

Ainda sob responsabilidade do designer, ocorre a separação de cores da imagem. Isso é importante porque cada cor a ser impressa corresponderá a uma tela diferente, de modo que, quanto mais rica for a gravura, maior será o número de telas (e, consequentemente, o custo de produção).

Na sequência, chega a hora de imprimir os fotolitos. Nada mais são do que negativos, que correspondem à própria separação de cores da imagem. Por isso, é preciso prestar bastante atenção nessa etapa, uma vez que ela influencia diretamente a qualidade da gravação final.

O próximo passo é preparar a tela, normalmente feita em tecidos como poliéster ou nylon, no qual a esticamos em um quadro — ou bastidor — de madeira, alumínio ou aço. Essas telas são desenvolvidas com pequenos furos que possibilitam a impressão da tinta por conta da pressão do rodo ou puxador sobre a matriz.

Com a impressão dos fotolitos já feita e as matrizes prontas, é hora de gravá-las. A emulsão fotossensível é aplicada na matriz e, em contato com a luz ultravioleta, endurece as partes do tecido em que não está o fotolito. Isso permite, então, a revelação da arte de cada fotolito nas matrizes.

A impressão

Com tudo pronto, é só conferir o alinhamento das matrizes, preparar os insumos (como tintas e rodos) e partir para a impressão em si. Ela pode ser feita de duas maneiras: manual ou automaticamente. Na impressão manual, encaixa-se cada uma das telas no tecido a receber a gravação, e passa-se o rodo com uma pequena quantidade de tinta. O processo é repetido para cada matriz diferente.

Já a versão automática do processo serigráfico foi se aperfeiçoando ao longo do tempo. Hoje, temos o que é conhecido como carrossel de serigrafia. Ele consiste em várias “mesas”, nas quais são posicionadas as peças de roupas a serem gravadas. À medida que ele gira, são aplicadas as tintas de diferentes matrizes.

Sendo assim, essa máquina possibilita finalizar diversas peças ao mesmo tempo. Ou seja, facilita o processo e aumenta consideravelmente a produtividade. Dependendo do equipamento em mãos, é possível que apenas um funcionário faça a impressão de até mil camisetas por hora, por exemplo. Uma escala verdadeiramente industrial!

Após a finalização, é feita a limpeza das matrizes, a fim de deixá-las prontas para uma próxima aplicação. Esse processo também é muito importante, já que a boa manutenção das matrizes garante uma vida útil longa. Logo, diminui o custo nas próximas cópias a serem produzidas.

Por que esse formato é indicado?

Atualmente, o mercado de camisetas personalizadas em Silk Screen trabalha tanto com o processo manual quanto com o automatizado, mas existem algumas indicações para contratar o serviço de serigrafia. O procedimento, por exemplo, é muito indicado para produções de médio e grande porte, devido à diluição dos custos de revelação das telas.

Isso significa que, quanto maior for a quantidade de peças a serem impressas, menor será o custo por peça. Ou seja, uma encomenda de 10 e uma de 1.000 peças terão o mesmo custo de produção das matrizes. Mas, na primeira, ele será diluído em menos unidades do que na segunda situação.

O Silk Screen também é indicado para as impressões que tenham poucas cores. Isso porque o número de telas e a complexidade do desenho podem inviabilizar a aplicação da serigrafia e, nesse caso, seria necessário escolher outro processo. Assim, se a ideia é fazer impressões mais realistas e cheias de cores, técnicas como a sublimação podem ser mais efetivas.

Quais as vantagens da serigrafia?

O processo da impressão por serigrafia oferece diversas vantagens. Além do baixo custo para grandes quantidades, a técnica também é muito acessível no que diz respeito aos insumos, muito fáceis de encontrar no mercado. Se compararmos com os processos de impressão digital, a diferença é ainda mais gritante.

Outro ponto muito positivo da serigrafia é a sua flexibilidade. Com as mesmas técnicas e os mesmos processos é possível personalizar objetos de diferentes materiais, apenas variando os suportes e as tintas. Aliás, existem diversos tipos de tinta que resultam em diversos efeitos diferentes. Algo que seria impossível com a sublimação e com o uso de tintas metalizadas, por exemplo.

Para aqueles profissionais empreendedores que pretendem entrar no ramo de confecção e estamparia, a serigrafia é uma ótima porta de entrada. Graças à possibilidade de ser feita manualmente e em menor escala, a técnica é abrangente e acessível, o que permite um pleno funcionamento com investimentos menores.

Serigrafia amadora

Muitas pessoas ainda enxergam a serigrafia como um processo quase terapêutico. Feito de maneira manual e caseira, ele pode ser considerado uma espécie de artesanato, uma vez que a pessoa tem controle sobre todo o processo de impressão serigráfica. Quem pratica a técnica nesses moldes garante: não há nada melhor para produzir e, ao mesmo tempo, acalmar a alma!

A serigrafia é uma técnica centenária. E, apesar de bastante antiga, continua sendo utilizada com muito sucesso ainda nos dias de hoje. Justamente por isso, é uma ótima opção para vários tipos de impressões e gravações: em tecidos, PVC, madeira e até mesmo em vidro! É um processo simples e muito efetivo, que pode ser feito do quintal de qualquer pessoa, até confecções industriais em larga escala.

Gostou do nosso artigo? Quer acompanhar vários outros conteúdos como este? Então, curta a nossa página no Facebook e fique por dentro de todas as nossas novidades!

Indicações de uso do Silk Screen

Atualmente, o mercado de camisetas personalizadas em Silk Screen trabalha tanto com o processo manual quanto o automatizado, mas existem algumas indicações para contratar o serviço de serigrafia. Por exemplo, o procedimento é muito indicado para produções de médio e grande porte, em razão da diluição dos custos de revelação das telas.

Se você está procurando uma empresa de Silk Screen em SP que disponibilize um serviço de qualidade e em um prazo curto? Então você encontrou a empresa certa: a Camisetas em 12 horas! Após a aprovação final do layout, você receberá o seu pedido em, no máximo, até 12 horas! Aproveite e solicite o orçamento agora!

Compartilhe essa postagem...

Últimas postagens:

Quais são os melhores tecidos para personalizar?

Publicado em: 7 de fevereiro de 2024

Diferenças entre os tipos de personalização melhores que o silk screen

Publicado em: 2 de fevereiro de 2024

Saiba como e onde personalizar camiseta de time com qualidade e estilo

Publicado em: 23 de novembro de 2023

Criar Estampas para Camisetas Online: Personalize agora!

Publicado em: 9 de novembro de 2023

Camiseta personalizada para evento: Como criar looks memoráveis!

Publicado em: 25 de outubro de 2023

Boné personalizado para empresa: sua marca com estilo!

Publicado em: 12 de outubro de 2023