Faça orçamentos para compras no atacado Informação e novidades em nosso blog Camisetas 12h

Como você deve implementar o Marketing Social no seu negócio

Publicado em: 14 de outubro de 2021

Marketing Social

“Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”. Antoine de Saint-Exupéry. 

Um negócio é constituído de vários pilares para sustentar a fundação e não a deixar desabar por conta de um temporal ruim ou um imprevisto inconveniente.  

O Marketing Social faz parte desse parâmetro por ter um senso de ética ao formar e estreitar relações, elas não estão apenas vinculadas às empresas, mas também desenvolvem um forte papel na sociedade. 

Como empresa responsável precisa determinar um valor; propósito determinante que incentiva e traz reconhecimento com seu público-alvo, compartilha a mesma paixão e senso de justiça com a causa em questão.  

Afinal, uma empresa que não valoriza o Marketing Social, possivelmente, não criará laços afetivos com os consumidores por não ser uma parte ativa na sociedade e ter 0 de contribuição social.  

Os consumidores estão mais conscientes dos seus atos e que eles não estão apenas comprando algo personalizado para curar a sua dor, mas sim um ideal; uma filosofia de vida.  

Para isso, precisa ter resultados e trabalhar com a transparência, não adianta anunciar aos quatro ventos que apoia e conscientiza a causa Outubro Rosa, mas ficou apenas na teoria e não exerceu na prática. Fatos existem por uma razão e cooperar com eles é a melhor saída do que transformar em uma bola de neve.  

O que é Marketing Social? 

É uma subcategoria dentro do Marketing, ele não está apenas interessado em vender os produtos da marca, mas sim trazer um verdadeiro propósito a ela ao colocar em prática um plano de estratégia ou uma campanha social para sintonizar com o comportamento do seu público ou mudá-lo de forma positiva.  

“Mas estamos falando de uma empresa e o foco dela é ganhar lucro para manter colaboradores, pagar as contas e continuar funcionando”. 

Esse não deve ser o foco MAIOR, de jeito nenhum! 

Como você espera ter qualquer conexão com o consumidor e a sociedade em si se está mais interessado em encher os bolsos?  

O lucro faz parte da empresa e referente aos resultados, no entanto, é apenas uma camada do sistema, não o processo inteiro.  

Foque estimular em ações positivas e demonstre a sua preocupação com alguma causa específica que possua valor para empresa e todos que vestem a camisa personalizada  

Como implementar o Marketing Social no seu negócio 

Você precisa definir a causa que sua empresa vai abraçar, não dá para abraçar todas fazendo referência aquele ditado “Coração de mãe sempre cabe mais um”, pois o tempo é precioso e deve dedicá-lo para causa que tem a ver com a cultura do seu negócio.  

Vai abraçar a causa dos animais, da proteção a mulher, da prevenção ao suicídio ou das crianças carentes? 

Quem define é VOCÊ, há tantas opções e DEVE encontrar o que mais faz sentido para a filosofia da empresa.  

Definiu a causa que irá abraçar, já deu o primeiro passo no Marketing Social. Agora, como é típico no Marketing, chegou à parte de formular um plano de estratégia para estudar sobre a sua causa e como segmentar o público ideal a se identificar com o valor gerado. 

Por mais que o seu negócio decidiu se tornar uma parte ativa na sociedade, estará se direcionando a um público específico e trabalhar com certo tipo de grupo que se identifica com a sua causa e tem vontade ou exerce uma voz ativa na sociedade.  

Faça pesquisas de mercado para entender o mercado e traçar metas, para ter bem estruturado os objetivos que a sua estratégia de Marketing Social deseja atingir para ninguém tatear às cegas e o seu público não receber informações e ações de campanha de forma confusa.  

Para deixar bem claro, quando for defender um interesse específico e ele fazer parte da sua empresa como um pilar de sustentação, não dá para trazer todas as suas vertentes, pois uma causa social é um tema amplo que você não aproveitará 100% dela.  

Por exemplo, se o seu negócio defende a causa dos animais, dá para falar de inúmeras questões sobre tal assunto, no entanto, poderá ficar nisso por horas e o elo com seu público pode ser vulnerável por não ter um conteúdo completo e, sim, fragmentos. 

Menos é mais, lembre-se disso! Voltando à causa dos animais, você pode escolher proteger pets desabrigados, combater os maus-tratos aos animais, a extinção de animais raros como arara-azul, lobo guará, entre outros, são possibilidades interessantes de ser analisadas e ganhar o apoio do seu negócio.  

Você estruturou toda essa parte, analisando a causa a ser defendida, o público-alvo, a segmentação da causa principal e, agora precisa estabelecer qual vai ser o processo de mudança.  

Tire as ideias do papel e colocar a mão na massa, não ficar apenas na conversa e colocar em ação as estratégias da causa defendida.  

De que forma a sua empresa vai promover essa mudança? 

Qual tom vai ser utilizado? 

Quais canais de comunicação são propícios para firmar tal relacionamento e ter a causa como estrela do espetáculo? 

Esse momento determina as diferenças que o seu Marketing Social propõe para trazer uma mudança significativa para realidade em questão e acompanhe cada etapa das ações propostas para saber o que precisa ser melhorado e o que está gerando resultados.  

Lembra do lucro e da parte financeira, reserve dinheiro para promover o Marketing Social, mas tenha consciência de como usá-lo e fazê-lo funcionar nas campanhas e nas ações sociais. Não gaste tudo de uma vez! 

Tenha em mente que o Marketing Social é promover mudanças nos comportamentos e defender causas sociais para consertar ou melhorar o que está quebrado. 

Saiba mais! 

Marketing Social

“Não basta saber fazer, é preciso querer fazer e fazer com ética, respeito, responsabilidade social, proatividade, inovação, criatividade, sem querer pisar no outro e sobretudo, com amor no coração”. – Fernando Coelho. 

Agora você sabe a importância do Marketing Social no seu negócio, não dá para ficar de fora dessa, né? 

Afinal, o Marketing Social não é um enfeite, algo bonito para ficar na estante, mas sim uma função vital para conscientizar a sociedade a defender causas carentes e mudar o comportamento de uma comunidade. 

Vista a sua causa escolhida com a camiseta personalizada e saiba como escolher o melhor tecido para ela, para abraçar a ideia e conscientizar os seus colaboradores, o seu público e as pessoas próximas. 

Não perca tempo e personalize com a gente! 

Compartilhe essa postagem...

Últimas postagens:

Como Maximizar suas Vendas em Datas Comemorativas: Estratégias de Marketing Infalíveis

Publicado em: 10 de abril de 2024

Tendências em brindes para 2024

Publicado em: 5 de abril de 2024

Dá pra personalizar Dry fit?

Publicado em: 27 de março de 2024

O que camisetas personalizadas têm a ver com a cultura organizacional da empresa?

Publicado em: 20 de março de 2024

Camisetas personalizadas podem mudar a estratégia de mkt da empresa?

Publicado em: 13 de março de 2024

4 vantagens e desvantagens em usar uniformes

Publicado em: 6 de março de 2024